Relacionamento abusivo: saiba o que é o Gaslighting

Um relacionamento abusivo pode acontecer de várias formas. Neste artigo explicaremos o que é o gaslighting. Talvez você ainda não tenha ouvido falar desse nome, mas é um comportamento muito comum.

O gaslighting muitas vezes é praticado pelo cônjuge que quer esconder uma traição. Nem sempre a intenção é desestabilizar o parceiro, mas é o que acaba acontecendo.

De qualquer forma, saiba o que é e como identificar se você está sofrendo este tipo de abuso no seu relacionamento. Identificar o abuso emocional é um grande passo para sair desta situação. Leia o artigo todo e compartilhe, alguém pode estar precisando destas informações!

O que é o Gaslighting

Primeiro de tudo você precisa entender o que é este tipo de abuso, comum nos relacionamentos. O gaslighting é uma forma de abuso emocional caracterizada pela manipulação psicológica. O objetivo é semear dúvidas em um indivíduo ou grupo, fazendo com que eles questionem a sua percepção, a sua própria sanidade e sua memória.

Isso é feito usando a desorientação, a negação persistente, a mentira e a contradição como forma de desestabilizar e deslegitimar a crença da vítima.

Essa forma lenta e torturante de manipulação vai injetando gradualmente doses de “veneno” através de palavras que se infiltram na mente das vítimas, corroendo qualquer sinal de auto-estima e felicidade existentes no coração delas.

É muito provável que a vítima permaneça no relacionamento abusivo, pois o parceiro acabou com a capacidade da vítima de confiar em suas próprias percepções

Algo importante que você precisa saber: o Gaslighting não se limita a relacionamentos românticos. Pode acontecer em qualquer situação, seja na família, com amigos, colegas de trabalho ou mesmo em grupo, em um contexto político.

Origem do termo

O termo vem de uma peça teatral de 1938 (e de sua adaptação para o cinema em 1944) cujo nome era Gaslight (no Brasil foi traduzido como À Meia-Luz). A história conta sobre um marido que gradualmente manipula a sua esposa para que ela acredite estar mentalmente doente. Dessa forma ele poderá ficar com a fortuna de sua família.

Filme Gaslight completo, da década de 1940. O filme tem pouco mais de uma hora, vale a pena conhecer!
Anúncio

Parte das táticas usadas pelo marido incluem aumentar e diminuir a intensidade das luzes à gás da casa, fazendo-as parecer cintilar. Quando a esposa contava para ele o que acontecia, ele dizia que ela estava imaginando, fazendo-a acreditar que estava perdendo a sanidade.

Identificando o abuso do tipo Gaslighting

Os principais sinais de que você está sofrendo com este tipo de abuso estão listados abaixo. Fique de olho e veja se você se encaixa neles.

1. Você está isolado

O seu parceiro está tomando providências para cortar outras pessoas de sua vida, ou está falando como elas são ruins para você e que elas não pensam em você.

Se você está sofrendo gaslighting, seu parceiro tentará garantir que você olhe para ele (e somente ele). Isso é importante para ele pois, se pessoas de fora começarem a se tornar um peso para apoiar a perspectiva do gaslight, o abusador perde o poder e o controle sobre a vítima.

2. Você se sente mal consigo mesmo

Você tinha uma certa autoconfiança, mas agora que você está namorando alguém novo, você se sente estúpido ou bobo. Ou então os amigos estão perguntando o que tem de errado com você, pois de repente você está no limite o tempo todo. Esse é um grande sinal de que você está sofrendo gaslighting neste novo relacionamento.

3. Seu parceiro inverte seus questionamentos

Toda vez que você confronta seu parceiro, ele pergunta de volta. Dessa forma, ele coloca o foco da situação em você, fazendo você sentir que é o único com problema – que isso não é com ele.

4. Suas preocupações são desconsideradas

Quando você confronta seu parceiro sobre algo, como os sinais de abuso de substâncias, por exemplo, eles dizem que você está fora de si para questioná-los sobre as suas escolhas ou sobre o seu estilo de vida.

É todo um esforço para fazer você pensar que está extrapolando os limites ou tentando controlá-los quando suas preocupações são perfeitamente válidas. (Lembre-se: é exatamente o oposto do que realmente está acontecendo).

Frases comuns de quem pratica o gaslight

Apesar de poder ser feito de muitas formas, segue abaixo alguns exemplos de frases comumente usadas por alguém que esteja cometendo esse tipo de abuso com você. Estas mentiras são tão frequentes a ponto de fazer você acreditar que elas são verdade.

1. É coisa da sua cabeça!

Algo que é muito comum em situações como esta são os jogos mentais para nos convencer de que somos loucos.

Anúncio

Os abusadores que são verdadeiramente talentosos criarão uma ilusão de que até mesmo seus cinco sentidos não são confiáveis, que seus olhos e ouvidos estão falhando completamente. “Não há perigo, você apenas imaginou aqueles momentos em que batiam portas ou os copos quebrados”.

No entanto, a realidade não pode estar mais longe do que começamos a acreditar quando estamos na mão do parceiro abusivo.

2. Tudo o que dá errado é sua culpa

Isso pode te consumir e se transformar em um problema sério. Como em todas as outras táticas, começa com coisas aparentemente pequenas. O cachorro destruiu um travesseiro? A culpa é sua por deixá-lo lá quando você sabe qual é o lugar do cachorro. Você perdeu uma promoção no trabalho e sente que ocorreu algum tipo de discriminação? Isso não aconteceu, basta você aprender a fazer bem o seu trabalho que vai obter o reconhecimento.

Isso pode chegar a extremos, como a pessoa te culpar pelos problemas, comportamentos autodestrutivos e vícios dela.

Depois que o estrago já estiver feito, você estará vivendo sua vida com um sentimento constante de vergonha e se culpando por tudo que acontece ao seu redor.

3. Não me admiro que você não tenha muitos amigos, você realmente é difícil de amar.

Os “melhores” manipuladores sabem bem girar as coisas para alterar completamente a nossa auto-imagem. Um sinal claro de alguém que está praticando o gaslighting é o modo como projetam a culpa e tentam envergonhar a vítima.

Ao convencê-lo de que você é “difícil de amar” ou que você é “complicado”, eles são considerados heróis ou santos porque estão dispostos a “lidar com você” ou a “ficar ao seu lado”, apesar dessas (inexistentes) falhas de personalidade.

Os abusadores mais “qualificados” levam isso a um passo adiante, convencendo outras pessoas que fazem parte de sua vida de que você é realmente “louco” ou “difícil”.

4. Você tem sorte de ter alguém, porque ninguém mais iria querer você

Como fazer para manter alguém enjaulado? Você precisa fazer com que a pessoa acredite que a gaiola é o melhor lugar para ela.

Anúncio

O mesmo vale para os bons manipuladores. Eles te mantém perto, cegando você para a possibilidade de que as coisas poderiam ou deveriam ser diferentes.

Frases como “você precisa de mim para cuidar de você” ou “o que você faria sem mim?” podem se tornar uma venda que não nos permite ver as pessoas ao nosso redor que também se importam conosco.

Eles jogarão as sementes do truque que fará florescer a crença de que eles são a sua salvação, que sem eles você logo estaria padecendo na solidão.

5. Você sabe, você não é tão bom assim em _____.

Todos nós temos talentos naturais, habilidades e partes de nós mesmos que nos orgulhamos. Essas coisas, no entanto, podem nos ajudar a manter o amor a si mesmo ou servir como uma forma de fugir. Portanto, o abusador também deve tirar isso de você.

Pode ser um hobby, a sua carreira ou apenas algo que você goste de se gabar… mas um parceiro abusivo começará a quebrar lenta e sistematicamente a sua confiança e autoestima fazendo afirmações que vão contra tudo que você acredita sobre você e os seus talentos.

Na melhor das hipóteses, isso destrói um pouco da sua alma. Mas o pior cenário é aquele em que você acredita nessas teias que o abusador cria, chegando a um ponto em que você afunda de tal maneira que se torna completamente dependente dele, financeiramente ou emocionalmente.

6. Eu nunca disse isso!

Uma vez que o relacionamento e o ambiente estejam estabelecidos com um abusador, eles encontrarão maneiras te enrolar e te enviar seus pensamentos distorcidos.

Eles alegarão que as coisas não aconteceram do jeito que você as percebeu, ou talvez afirmem que não aconteceram de jeito nenhum. Muitas vezes, começando com palavras e afirmações de que “não foi isso que foi dito”, isso pode se transformar em esquemas ainda mais elaborados, alegando que cenas, ações e eventos inteiros não aconteceram.

Você começa a questionar seus próprios pensamentos e sentimentos ou até mesmo se perguntar o que tem de errado com você, se você está realmente ficando louco (o que eles querem que você pense que está acontecendo).

7. Eu estava brincando, por que você está levando as coisas tão a sério?

Uma coisa que estes parceiros abusadores adoram fazer é acabar com você. Mas como tudo é uma estratégia cuidadosamente planejada como em um jogo de xadrez, tem que haver uma maneira de voltar e apagar tudo para que não pareça que eles estão maltratando você com suas palavras.

Anúncio

Então, como você pode dizer coisas horríveis para alguém, atacar sua imagem e fazer parecer que isso não aconteceu de verdade? Diga que é uma piada, claro! 

Isso não só remove seus pensamentos de que eles estavam sendo verbalmente abusivos (o que estavam sendo!), mas também joga a culpa de volta para você, pois você é “sensível demais” ou precisa aprender a “ser mais calmo”.

8. Você é “apenas um(a) ex louco(a)”

Talvez você tenha chegado à luz, tenha se erguido e se afastado da pessoa. Isso é ótimo! Mas, como você vê a próxima vítima do abusador, você tenta intervir para salvar a pessoa.

Infelizmente isso nem sempre funciona (se é que alguma vez funcionou!), pois abre espaço para o seu ex-parceiro dizer à nova pessoa em sua vida que você é “apenas o(a) ex louco(a)”.

Isso pode acontecer com amigos em comum que você pode tentar contar sobre suas lutas no relacionamento ou até mesmo profissionais a quem você pedir ajuda.

Talvez as coisas tenham terminado e você venha a conhecer outra pessoa. Mas, quando você começa a contar a essa nova pessoa em sua vida sobre o último relacionamento em que você estava, eles te questionam e dizem: “Você tem certeza de que não está apenas sendo um(a) ex louco(a)?”.

Pode ser que eles sejam inocentes e sua história pareça inacreditável ou, o caso mais provável, é que você pode estar caindo de novo nas mãos de outro excelente manipulador.

A triste realidade é que, uma vez que você tenha se colocado nesse tipo de relacionamento, você terá uma maior probabilidade de se colocar num padrão desses tipos de situação, pois você acredita que é assim mesmo que deve ser.

O que você deve fazer se estiver sofrendo este tipo de abuso?

A verdade é que em determinado ponto de nossa vida de relacionamentos, muitos de nós às vezes nos encontramos presos nessas situações aparentemente sem esperança.

O que torna as coisas piores é que é quase impossível identificar uma pessoa abusiva já nos primeiros encontros. Muitos de nós nos encontramos aprisionados nesses tipos prejudiciais de amor por anos ou mesmo por toda a vida.

Anúncio

Então, se isso soa familiar para você, você precisará de uma grande dose de ajuda de um terapeuta, de um amigo ou de um grupo de apoio.

Essas pessoas ou recursos podem ajudá-lo a ter a perspectiva externa que você precisa para reforçar seu próprio julgamento.

Elas serão sua fonte de verdade e lhe dirão que seus pensamentos e crenças estão, de fato, corretos. Com essa perspectiva externa, você pode começar a confiar em si mesmo novamente e também ver as manipulações de seu parceiro pelo que elas são: esforços para enganar e controlar você.

É importante notar que quando você está sofrendo gaslight as situações acima descritas são repetitivas e por longo período. Nem sempre quando acontece uma ou outra vez significa que você está sofrendo este tipo abuso. Preste atenção também se você não faz isso.

Fontes:

2 Comentários
  1. Gustavo Druzian Diz

    Muito interessante o artigo. Abriu minha mente.

  2. Vinicius Diz

    Bem amaneiro muito obg

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Nós supomos que você está de acordo com isso, mas você pode sair, se desejar. Aceitar Leia Mais