7 Dicas para Prevenir a Depressão Pós-Parto

Todos nós já sabemos que a depressão é considerada o mal do século. Entretanto sabemos também que 60% das gestantes estão sujeitas a sofrerem de depressão pós-parto.

A pergunta é, há algum meio, algo para de fato prevenir isso? Vamos conferir agora algumas dicas infalíveis que pode ajudar a futura mamãe a estar tranquila durante o processo de parto e pós-parto, passando bem longe da depressão. Vamos lá?

O que é a DEPRESSÃO PÓS-PARTO? E os Sintomas?

O chamado “baby blues”, conhecido como depressão pós-parto é bastante comum após o nascimento do bebê. É caracterizado por uma tristeza profunda ou melancolia após darem a luz.

Entretanto cerca de 40% destas mulheres desenvolvem a depressão propriamente dita, e 10% a forma mais severa dela.

Vale salientar que que uma das sensações que acontecem quando uma mulher apresenta sintomas da provável depressão é o isolamento. Ela se isola das pessoas.

A depressão pós-parto é diferente do baby blues. Este último é um grau de tristeza comum, que acontece após o parto. Grande parte das mulheres apresenta esta tristeza, que logo desaparece em poucos dias.

A depressão se instala gradualmente, ao longo de semanas ou meses, trazendo consigo uma sensação de impotência e incapacidade, comprometendo atividades corriqueiras como cuidar do próprio bebê que acabou de nascer ou ainda cuidar de si mesma.

Mas como prevenir?

Alimentação

A alimentação deve ser equilibrada e saudável em qualquer circunstância e mais ainda na fase de durante e após a gravidez.

Sabe o provérbio “você é o que come”? É bastante relevante.  Uma alimentação rica em fibras, água e alimentos preferencialmente naturais só contribuem para que seu corpo funcione como precisa, de forma adequada.

Atividade Física

Ao praticar atividade física você vai liberar endorfina, o famoso hormônio da felicidade.  Ele é responsável pela sensação de bem estar, humor e memória.

É comprovado cientificamente que a prática de exercícios físicos atenua os sintomas da depressão. Portanto programe-se e encaixe isso na sua rotina.

o que é baby blues
Você pode evitar a depressão pós-parto com pequenas atitudes!

Informação

Leia bastante sobre a gravidez e o desenvolvimento do bebê, o nascimento, as reações e transformações durante o parto e pós-parto.

Tente antecipar toda a experiência que você vai passar através da leitura. Vale assistir vídeos também.

Isso tudo é importante porque muitas mulheres, quando passam pela depressão pós-parto, tem a sensação de serem as primeiras e únicas a passar por isso.

E saber que tudo isso é mais comum que se imagina traz mais serenidade ao enfrentar obstáculos.

E ainda, você sabia que a depressão pode ter influência genética? Se você tem parentes próximos que passaram por essa condição em algum momento da vida, fique atenta.

Analise a situação e tenha consciência se há uma pré-disposição à depressão. Só de saber disso, você já terá mais conhecimento para preveni-la antes mesmo dos sintomas aparecerem.

Não fique sozinha

Esteja próxima de sua rede de apoio. Na grande maioria das vezes é o parceiro. Mas não unicamente ele. Pode ser quem você ama e quer bem. Familiares e amigos por exemplo.

O apoio de família e amigos combatem a insegurança e o estresse da maternidade nos primeiros meses.

Converse

Você precisa ter a sensação de que não está sozinha na jornada da maternidade. E para isso nada melhor que conversar com outras gestantes ou mães para trocar experiências.

Nada melhor que ao vivo, mas hoje em dia há tantos grupos de apoio online (inclusive) justamente com a finalidade de trocar experiências sobre o sono do bebê nos primeiros dias ou a amamentação e por aí vai.

Relacionamento com o bebê

Não desperdice seu tempo. O bebê vai crescer logo, então converse, brinque, curta bastante o desenvolvimento dele.

Esta forma evita o estresse pós-parto pois fortalece o vínculo entre vocês, gerando mais sentido a esse período de mudanças que estão passando.

Separe um tempo para si

Esta é a parte mais difícil, confesso. Mas não menos importante. É essencial que você tenha momentos particularmente seus.

Momentos para relaxar, refletir e aprender a delegar tarefas. É normal as mães ficarem em cima do bebê nos primeiros dias após o parto.

Mas tente deixa-lo sob os cuidados de alguém e ir fazer as unhas, por exemplo. Confesso que se for em outro logo, longe geograficamente do bebê será mais fácil.

Agora conte nos comentários, você conhece alguém que teve depressão pós-parto?

Atenção!

O conteúdo deste site tem caráter meramente informativo e não substitui uma consulta a um profissional da saúde.

Procure sempre um médico ou psicólogo.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Nós supomos que você está de acordo com isso, mas você pode sair, se desejar. Aceitar Leia Mais