O que é impulsividade e como ser menos impulsivo

A impulsividade é uma reação imediata a qualquer situação sem pensar. É um comportamento precipitado, que às vezes acontece porque é a sua reação automática. Ou então é resultado de uma frustração que o domina emocionalmente, e você quer fazer alguma coisa para barrar o desconforto.

A reação ocorre sem escolha e julgamento. Consequentemente é ineficaz e até mesmo prejudicial na maioria dos casos. Você sabe que não é certo ou inteligente se comportar daquela maneira, mas você não pode evitar! Você reage rápida e instintivamente.

Geralmente você acaba se arrependendo, mas depois você continua reagindo da mesma maneira diversas vezes, sem conseguir se controlar.

Como saber se sou impulsivo?

É muito importante que você esteja ciente de sua impulsividade. Caso contrário, o comportamento impulsivo sempre se repetirá contra sua vontade. A impulsividade assumirá o controle de você e trará muitos problemas

Para saber se você é uma pessoa impulsiva, seguem alguns sinais que podem indicar esta característica:

Você “tem pavio curto”

  • Você faz comentários com pessoas com quem você não deve mexer.
  • Você diz as coisas na cara das pessoas.
  • As pessoas têm um pouco de medo da sua boca.
  • Volta e meia você se envolve em incidentes e discussões.
  • Você sempre xinga os outros motoristas na rua.
Xingar constantemente no trânsito pode ser um sinal de impulsividade.

Reage mal ao ser repreendido

Quando seu chefe, cônjuge ou pai repreende você por algo que você fez, você fica envergonhado e humilhado e não consegue aguentar. Então você se levanta, bate a porta e sai. Ou então reage desproporcionalmente, com uma explosão de raiva.

Age com irresponsabilidade

  • Bebe ou fuma em excesso
  • Usa drogas e álcool com frequência
  • Dirige imprudentemente na estrada
  • Não é sexualmente responsável

Não consegue conter-se

  • Você devora a comida. Também não consegue seguir uma dieta
  • Compra coisas e depois se arrepende de tê-las comprado

Não pensa antes de responder

  • Você responde a tudo na hora, sem pensar
  • Em um teste ou quando você está fazendo uma tarefa, você responde apressadamente, sem ler a pergunta até o fim.
  • Você responde as outras pessoas sem ouvir até o fim o que elas estão dizendo.
  • Você interrompe os outros com frequência.
A foto mostra um homem com uma explosão no lugar da cabeça, representando uma pessoa chamada de pavio curto, um dos sinais da impulsividade.
Ser pavio curto, explosivo, pode ser sinal de que você é uma pessoa impulsiva.

Identificando gatilhos que acionam sua reação impulsiva

É importante você se conhecer e identificar o que desencadeia a sua impulsividade. Assim você poderá trabalhar a sua cabeça de forma a evitar esses descontroles.

Algo que pode ajudar é mudar algumas coisas para que você evite aquilo que te faz perder o controle. Isso não te deixará menos impulsivo, mas ao menos as consequências desastrosas diminuirão um pouco.

Pequenas mudanças que podem ajudar

Alguns exemplos de coisas que você pode mudar para evitar o comportamento impulsivo. Isso é só uma forma de evitar problemas enquanto você aprende a controlar suas reações.

  1. Se o vizinho do outro lado da rua o incomoda, evite encontrá-lo.
  2. Se a loja de doces a caminho do trabalho for um grande obstáculo, pois você será tentado a comprar chocolate, escolha um caminho diferente.
  3. Se você fala demais nas reuniões de trabalho e sempre interrompe os outros, crie uma regra para si mesmo: não seja o primeiro a falar. Mesmo que isso signifique que outra pessoa diga o que você queria dizer. Talvez isso seja melhor do que despertar nos colegas de trabalho uma raiva de você ou criar conflitos!

O que devo fazer?

É importante que você identifique o “momento anterior”, o “gatilho”. Este é o momento em que você perde o controle. Se você identificá-lo, você pode pressionar o botão de parar e conter-se.

Ouça seu corpo!

Seu corpo sempre sinaliza, aprenda a ouvi-lo. Seus sentimentos também sinalizam: você pode estar estressado, oprimido, irritado, assustado, desapontado. Todos esses são sinais indicando que você está prestes a tentar escapar da situação por meio de uma reação inadequada.

Você não precisa saber como reagir. Tudo o que você precisa fazer é respirar profundamente e simplesmente não fazer nada. Essa é a coisa inteligente a fazer: esperar, evitar reagir.

Você precisa aprender a não reagir na hora, por mais difícil que seja!

Se você parou – agora você é rei!

Agora você tem que esperar um pouco, se acalmar e recuperar o controle. Em seguida, todas as opções estão abertas. A não reação lhe dá tempo de pensar e, em geral, deixa as portas abertas para você.

Agora você pode escolher! Você vai poder ponderar sobre o que tem a ganhar e o que pode perder. Vai pensar nos vários aspectos da situação, poderá consultar amigos ou especialistas e planejar o que vai fazer e como reagir.

É sempre uma boa ideia esperar com calma antes de agir

Mesmo que você ache que tem uma boa solução, espere um pouco mais. Quanto maior o intervalo entre a situação avassaladora e a sua reação, maior a chance dela ser bem-sucedida.

Por exemplo, se de repente você quiser comprar um novo par de calças jeans, mesmo que você já tenha comprado alguns na semana passada, espere alguns dias. Há uma boa chance de você perceber que não precisa de mais calças. Talvez descubra que o que você está mais precisando são sapatos.

Se você não parar, as chances são de você acabar com um armário cheio de itens desnecessários, que não se servem muito bem e que você nem vai usar!

Situações em que o controle emocional é difícil

Uma das situações mais comuns em que a impulsividade aparece é aquela em que alguém te culpa ou te magoa. A sobrecarga emocional nessa situação é muito forte e seu controle pode simplesmente escorrer por entre os dedos.

A tendência nesses casos é atacar a outra pessoa ou, alternativamente, rastejar diante dela.

Os mecanismos de defesa são muito fortes. Você pode culpar os outros, insultá-los, fingir que não está nem aí, realizar todo tipo de manipulação. Tudo isso é feito sem escolha ou sem controle. E você pagará um alto preço no futuro!

Portanto, seja muito cuidadoso nestas situações. Afaste-se delas sempre que possível. Tente se acalmar aos poucos e só depois de examinar a situação, de pensar sobre isso sozinho (ou com pessoas que podem ajudar), decida se deve reagir. Se decidir que deve reaigr, decida com calma como fará isso.

Técnica para controlar a impulsividade

Você pode usar a técnica da “voz interior”: memorizar “mantras” com antecedência e recitá-los para si mesmo. Sempre procure ter algumas frases prontas para as situações que podem levá-lo a uma atitude precipitada.

Algumas frases que podem ajudar a controlar a impulsividade

As frases abaixo podem ser usadas por você para manter o autocontrole. Você pode repeti-las mentalmente, como um mantra, sempre que estiver em uma situação delicada. Você pode também criar as suas próprias frases, o importante é encontrar a que melhor se encaixa para você.

  • “Talvez logo eu tenha uma resposta melhor.”
  • “Isso não é tão ruim, veja as coisas por outro ângulo.”
  • “Se você esperar um pouco, você colherá um grande benefício.”
  • “Espere um minuto, logo você decidirá o que fazer.”

Buscando ajuda de um especialista

Muitas vezes a impulsividade pode ser apenas uma parte do problema. Isso pode vir de algum distúrbio, como a síndrome de borderline, por exemplo. Por isso é sempre aconselhável que você busque a ajuda de um médico ou psicólogo.

Anúncio

Eles poderão identificar as formas mais eficazes de te ajudar e darão todas as orientações necessárias para que você fique bem e consiga lidar melhor com estas situações.

Atenção!

O conteúdo deste site tem caráter meramente informativo e não substitui uma consulta a um profissional da saúde.

Procure sempre um médico ou psicólogo.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Nós supomos que você está de acordo com isso, mas você pode sair, se desejar. Aceitar Leia Mais