O Que é a Depressão?5 min read

Escrever sobre o que é a depressão é um grande desafio. Como há muitos conceitos e preconceitos enraizados na crença popular, torna-se mais difícil explicar de uma forma que as pessoas compreendam o que realmente é esta doença.

Apesar da dificuldade, escrevi este texto para que você possa entender de uma forma simples e rápida ao menos o básico. Não é minha intenção ir a fundo neste tema, quero apenas esclarecer alguns pontos que considero fundamentais para você que quer compreender o que é este transtorno.

Uma coisa que você precisa entender antes de qualquer outra é que todo mundo passa por “altos e baixos” em suas vidas. Acabamos usando erroneamente o termo “depressão” ou “deprimido” para descrever estas fases cotidianas. Porém não podemos confundir isso com a depressão, que é algo muito mais sério.

A Depressão é uma doença

Esta é a primeira coisa que você precisa ter bem claro: a depressão é doença. Eu poderia até mudar a frase e dizer que “a depressão é uma doença sim!”, pois há muita gente que tem dificuldade em acreditar nisso.

E mais, como é uma doença, qualquer pessoa  “pegar”, assim como uma gripe ou uma caxumba, por exemplo. Ninguém escolhe ter depressão e ninguém melhora do nada. O paciente precisa de cuidados, de tratamento e de tempo para “se recuperar”, como em qualquer outro problema de saúde.

Transtorno depressivo maior

A depressão é conhecida como transtorno depressivo maior. É importante sabe disso até mesmo para não se assustar com o nome. Ao pesquisar sobre o assunto, vai encontrar muitas vezes este nome, então você já sabe do que se trata. Este nome não reflete que a depressão é mais grave, todo caso de depressão terá este nome.

O transtorno depressivo maior é apenas um dos muitos transtornos de humor. Estes transtornos são doenças muito reais e podem ter resultados bem sérios e algumas vezes fatais. Por este motivo nunca podem ser negligenciados.

Quem pode ter depressão

Não se engane, qualquer pessoa pode ter depressão. Mesmo as crianças podem sofrer de depressão – os sintomas podem ser um pouco diferentes, leia o artigo sobre depressão em crianças aqui no blog. Ao contrário do que muitos acreditam, a depressão não é uma doença que somente os fracos podem ter. Nada tem a ver com a pessoa ser fraca ou não, qualquer pessoa mesmo pode sofrer com este transtorno, em qualquer período da vida.

Criança de costas, encostada em um banco chorando.

Crianças também podem ser vítimas da depressão, mas os sintomas podem ser um pouco diferente dos adultos.

Diagnóstico

Somente um médico ou psicólogo podem diagnosticar a depressão. É importante você conhecer os sintomas da depressão para saber que precisa buscar ajuda. Mas nada de fazer autodiagnóstico! Muitos transtornos do humor tem sintomas parecidos, por este motivo é importante procurar um profissional.

O quanto antes você procurar um médico ou psicólogo, melhor. É comum as pessoas acharem que conseguem se curar sozinhas, mas isso não é verdade. Muitas vezes tem medo de preconceito ou mesmo de medicações. Um grande erro, pois o quadro tende a piorar com o tempo. E quanto às medicações, se for necessário usá-las, converse com o médico. Ele poderá esclarecer todas suas dúvidas!

Como evitar a depressão

Não há como ter certeza absoluta que você não vai sofrer com um transtorno de humor. Porém tem como você tomar algumas atitudes que reduzem a chance de sofrer de depressão. É importante você fazer atividade física regularmente e alimentar-se adequadamente.

Além disso, deve ter cuidado com a sua rotina, principalmente no trabalho. A síndrome de burnout, por exemplo, pode levá-lo a depressão – e até ao suicídio.

Há também algumas atitudes que podem te fazer mais feliz. Como exemplo temos aqui no blog um texto que explica como a generosidade pode te fazer feliz! Leia e entenda como isso funciona!

Duas mulheres caminhando para combater a depressão

Qualquer atividade física ajuda na prevenção e combate à depressão.

Onde buscar ajuda para a depressão

Este ponto é o mais importante. Muita gente não sabe onde buscar ajuda, principalmente quem não tem recursos para isso. Vou listar aqui alguns lugares que conheço, mas é importante você pesquisar mais, pois devem existir muitos outros.

Faculdades de Psicologia

Normalmente as faculdades tem clínicas que atendem o público externo. Se tem uma faculdade de psicologia em sua cidade, procure se informar.

Centro de Atenção Psicossocial (CAPS)

Os CAPS realizam prioritariamente atendimento a pessoas com algum tipo de sofrimento ou transtorno mental. Incluídas aí as pessoas com problemas decorrentes do uso de álcool ou outros tipos de drogas. Atendem tanto em situações de crise ou em processos de reabilitação psicossocial.

Há várias modalidades de CAPS dependendo principalmente do número de habitantes da cidade ou região. Caso seu município não tenha um Centro de Atenção Psicossocial, você pode procurar a atenção básica. Para entender melhor, visite o site do ministério da saúde, onde há muita informação a respeito.

Centro de Valorização da Vida – CVV

O CVV é um importante instrumento para a prevenção do suicídio. Caso você esteja com esta ideia na cabeça, ligue para eles, gratuitamente, no número 188. O serviço está ativo 24 horas por dia. Atendem também por outros canais, como e-mail ou chat. Para saber mais, leia aqui no blog o artigo sobre o Centro de Valorização da Vida.

Considerações finais

Agora que você sabe o que é a depressão, não deixe de consultar um profissional se estiver com algum sintoma. Isso é muito importante!

Ao menor sinal de que algo não está bem, busque ajuda. Não espere piorar. Não tenha medo, não há nada melhor do que estar bem, não deixe de ser feliz por preconceito!

 

O Que é a Depressão?5 min read
5 (100%) 1 vote

Deixe um comentário!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.