Você acredita que está deprimido? Você sabe mesmo quais os sintomas de depressão? Sabe o que fazer se identificar alguns sintomas? Neste artigo vou responder a estas e outras perguntas muito frequentes quando o assunto é a depressão.

Quando comecei a pesquisar sobre os sintomas de depressão – também conhecida como Transtorno Depressivo Maior – percebi que haviam muitos sites que falavam sobre este tema, mas praticamente todos tinham o mesmo conteúdo, grande parte cópia um do outro. No máximo mudavam algumas palavras ou a formatação do texto. Para chegar na informação que eu queria foi uma maratona, de site em site, até achar o que precisava. Então resolvi escrever este artigo sobre os principais sintomas da depressão como uma alternativa aos outros textos. Além de serem muito parecidos, vários são muito “técnicos” ou muito superficiais. A minha ideia é falar sobre os principais sintomas de depressão de uma forma um pouco mais fácil de compreender.

Escrevi o texto baseando-me no que descobri através das minhas pesquisas na internet e em conversas com pessoas que sofriam – e sofrem – com a depressão, além de minha experiência. Aproveite o artigo e leia até o fim! Você saberá muito mais sobre a depressão, sintomas e alguns mitos.

Depressão não é sinônimo de tristeza

Antes de listar os sinais de depressão, preciso esclarecer uma coisa. Muita gente acha que depressão é sinônimo de tristeza. Acreditam que quem sofre deste transtorno fica quieto e triste pelos cantos ou chorando o tempo todo. Isto não é necessariamente verdade, depressão não é sinônimo de tristeza (há uma matéria interessante na revista Época sobre isto). Muitas vezes o deprimido faz um esforço gigantesco para aparentar que está bem. É comum ver pessoas que tem a doença sorrindo alegremente e “se divertindo”. Ou, ao menos, fazendo parecer que está se divertindo. Por isso, cuidado com os julgamentos precipitados como “fulano diz que está com depressão, mas eu vi ele na praia, feliz da vida”. Deixe o preconceito de lado, informe-se, compreenda e apoie quem tem depressão. Entenda um pouco mais sobre isso neste vídeo da OMS sobre depressão (clique aqui).

Também é importante saber que a os sintomas da depressão infantil podem ser bem diferentes, sendo muitas vezes confundidos outros problemas. No caso de crianças é melhor ler um artigo específico sobre depressão infantil.

Depressão: Sintomas Físicos e Psicológicos

Um dos objetivos ao escrever este texto é tornar a informação mais clara e acessível, evitando você não perca o mesmo tempo que perdi navegando em vários sites. Para isto explicarei, do meu ponto de vista, cada um dos sinais de depressão.  Afinal, muitas vezes os sintomas são descritos de uma forma muito superficial. Ou então são usadas palavras que geram ainda mais dúvidas, como termos técnicos, por exemplo. Mais ou menos como escrever “acido acetilsalicílico” ao invés de AAS ou Aspirina. Além disso, alguns textos parecem uma tradução feita em algum tradutor automático, você lê e não entende nada! Acredito que você já tenha visto artigos como estes, não?

Uma informação importante: para ser considerado como transtorno depressivo maior (ou depressão) é necessário que os sintomas durem mais que duas semanas. Se estiver desconfiando de que tem este problema, não hesite em procurar um psicólogo ou médico, o quanto antes. Deixar para depois só fará com que a situação se agrave.

1. Alterações do sono

Tanto a hipersônia (muito sono) como a insônia podem ocorrer. Se você está precisando dormir mais do que o normal todos os dias ou não consegue dormir facilmente, comece a prestar atenção para ver se não tem também outros sintomas de depressão. Claro que, se faz tempo que acontece isso, procure um médico. Pode não ser depressão, mas outro problema.

2. Ganho ou perda de peso

Você percebeu que está engordando ou emagrecendo, e antes tinha um peso mais ou menos estável? Isto pode ser um sinal de que algo não vai bem, e pode ser um sinal de depressão. Fique de olho!

3. Baixa autoestima

Depressão - Baixa autoestima

É comum o depressivo ter baixa autoestima.

Quem tem depressão muitas vezes fica com a autoestima muito baixa. Começa a não se importar em se cuidar, se pentear, se vestir bem e até mesmo ficar sem tomar banho. Também começa a pensar que é inferior aos outros, que não é bonito(a) ou que não é tão capaz quanto os outros. Se você pensa desta forma com frequência, fique alerta!

4. Humor depressivo e pessimismo

Humor depressivo é uma sensação de incapacidade de ter alegrias. É ver sempre problema em tudo, o lado ruim das coisas e acreditar que nada vai dar certo. Se você ficou meio “rabugento”, reclamando de tudo, pode ser depressão. Outro comportamento comum é acreditar que seus problemas são sempre enormes e de difícil solução, criticar tudo e todos. Claro, se você não foi sempre assim se não é parte da sua personalidade!

5. Desânimo e perda de energia

Perda de energia e desânimo. Crença de que nenhum esforço vale a pena, que os resultados não terão sentido ou valor. Vontade de procrastinar o máximo que puder.

Tudo parece muito difícil, até tarefas muito simples. Pode, por exemplo, estar com sede e ter um copo com água a 2 metros de distância, mas para ele parece que está a mais de 200 metros, tamanha é a indisposição para levantar-se e pega-lo. Então fica pensando muito antes de buscar o copo. Isto se conseguir!

Este é um sintoma que desencadeia outros, pois muitos, por não ter conhecimento, acham que é preguiça. Esta incapacidade causada pela depressão pode deixar a autoestima lá embaixo, pois você começa a acreditar que é preguiçoso ou incapaz, principalmente se não sabe que está deprimido.

6. Diminuição da concentração e/ou da memória

Você precisa ler a mesma frase várias vezes porque não prestou atenção ao que estava lendo? Não consegue fazer cálculos que antes eram fáceis? Outro possível sintoma de depressão. A memória também pode ser um sinal. Se ela começar a falhar de um jeito que não acontecia antes, vá a um médico.

7. Irritabilidade, impaciência

Este é um sintoma que é fácil de perceber. O deprimido pode se tornar facilmente irritável. Qualquer situação pode deixa-lo irritado. Você começa a reclamar mais no trânsito, da fila do mercado (mesmo que só tenha uma pessoa na frente), qualquer barulhinho te tira do sério. O verdadeiro “pavio curto”. Portanto, a impaciência e falta de tolerância também podem indicar um quadro depressivo. Claro, se a pessoa não era assim antes.

8. Choro

Neste caso pode ocorrer qualquer um dos extremos. De um tempo para cá é comum você chorar com facilidade, mesmo sem motivo. Começa a chorar do nada, em qualquer lugar, e você não era assim antes.

Ou então você não consegue chorar, mesmo em situações que qualquer um (incluindo você mesmo) choraria. Fica sentindo que o choro está preso, não sai.

9. Cansaço

Sentir-se cansado boa parte do tempo não é normal. Mesmo descansando ou dormindo por um bom tempo, você tem a sensação de estar precisando de mais descanso ou mais de mais horas de sono. Descansa mais, dorme mais, mas nada adianta, continua sentindo-se cansado. Se isto começar a acontecer com frequência, pode ser um sinal de depressão.

10. Isolamento social

Depressão - Isolamento Social

Quem sofre de depressão pode ter uma tendência a isolar-se socialmente.

Este sintoma vai aparecendo aos poucos, então você demora a perceber. É comum na depressão a pessoa se isolar socialmente. Evitar sair, ver os amigos, ir a festas e outras atividades sociais. Inventar desculpas para “não poder” participar de eventos ou reuniões se torna corriqueiro. Chega uma hora que os outros começam a dizer que você nunca vai quando convidam. Ou então simplesmente param de te convidar.

O pior deste sintoma é que foi você que se isolou, se afastou das pessoas, mas a sensação é a de que foram os outros que te deixaram de lado.

11. Dificuldade de tomar decisões

Você começa a ter dificuldade para tomar decisões, algo que antes não acontecia. E não precisam ser decisões importantes! Coisas como o que pedir do cardápio, que filme assistir ou então decidir entre o sorvete de creme, chocolate e o misto. É comum deixar sempre para outra pessoa decidir, algumas vezes fazendo parecer que é por gentileza.

12. Sentimentos de desesperança

Outro sinal de depressão muito comum é a pessoa sentir-se sem esperança, sem motivos para pensar no futuro. Ela sente que falta sentido na vida, sente-se fracassada, como se estivesse arruinada. Pode ter o sentimento de culpa também, acreditar que tudo o que fez foi errado. Ou então pensar não adianta fazer nada, que nada vai mudar, nada vai melhorar, que não tem mais jeito.

13. Diminuição da libido

Este sintoma é um dos mais difíceis para o deprimido. E pode influenciar negativamente outros sintomas, intensificando-os. A autoestima é o sintoma mais comum a ser afetado.

Muitas vezes este sintoma de depressão afeta o relacionamento, principalmente quando a depressão ainda não está diagnosticada. Também acontece isto quando a doença não é compreendida pelo parceiro, que acha que você não sente mais nada por ele.

14. Perda de interesse e prazer

Muito comum também é a perda de interesse por coisas que antes gostava de fazer. Tudo começa a parecer sem graça. Dificilmente você encontra algo que lhe de prazer, que lhe traga satisfação pessoal. Quando começa alguma atividade logo quer largar porque perde a graça rapidamente. Este é um importante sintoma que deve ser especialmente considerado.

15. Desejo de morrer e ideias de suicídio

Depressão - Suicídio

Ideias de suicídio, um importante sintoma de depressão, nunca ignore!

Este é um dos sintomas de depressão que não pode, de forma alguma, ser ignorado. Se você acha que a vida não tem mais sentido, que não faz falta para ninguém, que fracassou ou que não vale a pena viver, procure IMEDIATAMENTE ajuda profissional!

Mitos

Há alguns mitos sobre o suicídio que podem levar a resultados desastrosos. É comum ouvirmos, por exemplo, que “quem quer se matar não avisa” ou que “só quer chamar a atenção”.Porém este aviso pode ser um último pedido de socorro. Nunca ignore, trate com desprezo ou ache que é brincadeira se alguém estiver falando em suicídio. Lembre-se que é melhor levar a sério e não ser algo grave do que ignorar e uma tragédia acontecer. Há um excelente artigo sobre alguns mitos frequentes sobre o suicídio no blog da psicóloga Jóice Bruxel. Vale a pena dar uma conferida!

Algumas considerações importantes

Ter um dos dois últimos sintomas (14 e 15) é um grande indício de que a pessoa está com depressão. Um médico deve ser procurado sem falta, principalmente se tiver o último dos sintomas: ideias de suicídio e desejo de morrer. Neste caso não deixe para depois, procure com urgência um médico ou psicólogo!

Nem todos os sintomas se manifestam, assim como ter somente um dos sintomas de depressão (com exceção dos últimos dois) não é necessariamente indicativo da doença. Porém somente um profissional da saúde pode afirmar isso com certeza. Para saber mais sobre a depressão, recomendo ler um artigo do site da Dra. Ângela Caron, psiquiatra de Curitiba.

Cuidado com amigos ou parentes que ficam diagnosticando, sugerindo tratamentos alternativos e incentivando a largar a medicação prescrita pelo médico. Sempre, sempre deve-se procurar ajuda profissional, não espere o quadro piorar. Somente médicos e psicólogos podem fazer o diagnóstico. E NUNCA abandone o tratamento sem conhecimento do profissional que lhe atende. Não pare de tomar medicamentos por conta própria acreditando que já está curado.

Outro ponto importante: muitas vezes o depressivo acredita que ter depressão é indicativo de fraqueza. Este é um grande erro que leva muita gente a não buscar apoio. É preciso ter em mente que a depressão é uma doença, como uma gripe. Ninguém escolhe ter, e todos estão sujeitos a sofrer deste mal. Não deixe que o preconceito afete a tua saúde! Procure logo um médico ou psicólogo para ter orientação sobre como sair da depressão!

Assista os vídeos da OMS sobre depressão, eles podem ajudar a compreender um pouco mais esta doença. E não esqueça de deixar um comentário no fim desta página!

 

Fontes:

http://veja.abril.com.br
https://www.tuasaude.com/
http://www.minhavida.com.br
http://hypescience.com/

Sintomas de Depressão – Saiba Tudo Que Você Precisa!
4.1 (82.86%) 7 votes
Gostou? Compartilhe! Você pode ajudar alguém!